sexta-feira, 26 de abril de 2013

ESCÂNDALO, Comentário Antecipa 2 Dias Antes, Manuel Mota

Escândalo nomeação árbitro Manuel Mota publicada em Blog

Share on Google+
Comentário no Blog Novo Geração Benfica, em publicação sobre, livro de Walter Casagrande e, a sua confissão sobre a utilização de doping pelo FC Porto, dá a conhecer a nomeação do árbitro do Marítimo vs SL Benfica, dois dias antes da nomeação oficial pelo Conselho de Arbitragem da FPF (Federação Portuguesa de Futebol), que foi hoje realizada.

«RUI BENFIQUISTA 24 Abril, 2013 17:55
Acabei de saber por um árbitro das distritais e terceiras divisões daqui do Porto que, o árbitro é um M.M. de Braga, ora M.M. DE BRAGA É O MANUEL MOTA! E QUE VAI PREJUDICAR O BENFICA, DIZ ELE, QUE VAMOS DIZER ADEUS NA MADEIRA AO TÍTULO, COM TODA A SATISFAÇÃO, ORA TEMOS DE CONFIRMAR SE É VERDADE. E A SER, COMO É POSSÍVEL ELE SABER QUEM É O ÁRBITRO?!
POIS ELE TEM UM PADRINHO ÁRBITRO DA PRIMEIRA MAS NÃO ME DIZ QUEM É.»

Manuel Mota, arbitro, Marítimo vs SL Benfica

Dia 24 de Abril, na Quarta Feira passada, este comentário (clicar na foto acima para ver o original, clicar em Novo Geração Benfica para visitar o comentário) viria a confirmar-se credível e verdadeiro ao acertar em cheio na nomeação do árbitro, só hoje realizada e oficializada.

As nomeações dos árbitros são feitas, ou melhor deviam ser feitas pelos elementos que constituem o conselho de arbitragem da federação e, acontece quando se reúnem, em dia a marcar antes do começo para próxima jornada. É nessa altura que são decididas as nomeações dos árbitros, comunicada aos mesmos e posteriormente comunicada à imprensa.
Obviamente que os árbitros só podem tomar conhecimento após a reunião e decisão, isto é o que devia acontecer, agora como se sabe dentro da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), parece valer tudo, deste o apito dourado que, dirigentes admitiram que é normal e mesmo regra, dirigentes de Clubes poderem interferir em questões de arbitragem (mais uma historinha para papalvo), obviamente nunca foi escrito em nenhum estatuto tal regra, isto para permitir a não condenação pelas práticas de corrupção e tráfego de influências, provadas no apito dourado pelos dirigentes do Clube da fruta e companhia.
Continuando, o que faz sentido, é se ter tratado de alguém familiar e/ou próximo de alguma pessoa que, constitui o conselho de arbitragem, e com poder de decisão, ter ouvido conversas e dado com a língua nos dentes, pois isto saiu cá para fora antes da suposta reunião e decisão das nomeações dos árbitros.

Chegámos a uma altura em que, esta gente faz o que quer, corruptos, ladrões, mafiosos, passeiam-se a seu belo prazer, num País onde não existe Policia, Justiça e Ministério Público que, encaixote esta gentinha dentro de quatro paredes de betão e com, umas grades de ferro como decoração. É a completa anarquia, mas apenas para quem é corrupto e veste de azul e branco.
E ou, os Benfiquistas se mexem e tomam atitudes em conformidade ou, certamente o Benfica irá novamente ser espoliado de mais um título de futebol, a juntar às dezenas perdidas desta forma. Não há adjectivos para qualificar o que se está a passar.
Absolutamente inacreditável.

+ Recentes