quinta-feira, 26 de setembro de 2013

As Imagens que a Sport TV Não Mostrou

agressões da Policia de Segurança Publica PSP a adeptos do Benfica

Share on Google+
Imagens filmadas a partir da bancada de adepto do Benfica que, são reveladoras do que realmente aconteceu.
Jorge Jesus acompanha serenamente os jogadores às bancadas, para oferta das camisolas, pede calma aos adeptos quando percebe as falhas de segurança ao permitirem a entrada dos mesmos, ansiosos por conseguirem guardar uma camisola dos jogadores do SLB, quando percebe, a par de Shéu Han, o comportamento injustificadamente violento, por parte de 4 agentes, chamados Spotters, da PSP (Policia de Segurança Publica) para com um adepto que pacificamente, depois de conseguir a camisola, tentava voltar para as bancadas.
As imagens mostram dois agentes a placar o jovem agressivamente, puxando-o para o relvado ao mesmo tempo que outro faz uma gravata ao pescoço no sentido oposto, ao que se juntam depois mais alguns.

Perante tudo isto assiste-se à indignação geral, dos jogadores e dos elementos do Staff Benfiquista com, Jorge Jesus a ir em auxílio do adepto. Já depois de estar imobilizado no chão continua a ser vitima de comportamentos agressivos dos agentes. Nas imagens percebe-se que, o adepto ao ver o treinador do Benfica nas proximidades lhe pede ajuda.
Jesus apenas e só tenta libertar o jovem, de todo aquele comportamento violento por parte da PSP, mal preparada e incompetente.

As palmadinhas na mão num dos Polícias e o puxar o braço do mesmo, apenas e só com o objectivo de livrar o adepto daquele abuso de autoridade, uma acção de um indignado cidadão, é o crime de Jesus.
As agressões dos agentes da polícia, o abuso de autoridade, a total incompetência na gestão do cenário e respectiva segurança do estádio, nada disto parece ser responsabilizado, por partes das chefias da PSP e ministro da administração interna, esperar para ver o que concluem as instâncias judiciais deste País.
Viveremos nós num Portugal com uma ditadura encapuçada? Onde se permite tudo à PSP? Estão estes agentes acima da lei?

Artigo 3º do Estatuto da Polícia de Segurança Pública, Disposições Gerais, Capítulo I, Ponto 2
Os meios coercivos só poderão ser utilizados nos casos seguintes:
a) Para repelir uma agressão actual e ilícita, em defesa própria ou de terceiros;
b) Para vencer resistência violenta à execução de um serviço no exercício das suas funções e manter o princípio da autoridade, depois de ter feito aos resistentes intimação formal de obediência e esgotados que tenham sido quaisquer outros meios para o conseguir.

Ora nada disto se verificava uma vez que nunca existiu qualquer acto agressivo e/ou violento por parte do adepto do Benfica.
Para além do que já aqui se descreveu dos factos, ponderou e concluiu, necessário se torna inteligir o que tem por definição, invasão ou invadir:
Invasão é o acto de invadir, entrada violenta ou arrogante.
Pedir e procurar uma camisola pacificamente não se enquadra neste âmbito.

+ Recentes