terça-feira, 22 de abril de 2014

RAP Dá Baile ao Jornalismo Anti Benfica que se Pratica em Portugal

Ricardo Araújo Pereira, CMTV, Benfica Campeão 2013-2014, 33 Título Nacional

Share on Google+
Ricardo Araújo Pereira, apesar da anestesia que já lhe percorria as veias, com a sua habitual inteligente subtil e muito sarcástica ironia, além de ter simpaticamente dado "baile" à jornalista da CMTV, manda as mais variadas indirectas ao jornalismo que se pratica em Portugal, nos mais variados programas desportivos e não só, quer através dos comentadores de aluguer contratados quer, através da sua política de informação que na grande maioria das vezes, é muito arrogante para o Benfica e tão protectora e simpática para a cor azul batota, para o Clube da fruta, mais conhecido por FC Porto.

«O jogo teve 2 min de compensação logo, fomos Campeões no minuto 92» o minuto 92 agora não excita a imprensa desportiva e afins!

«Este foi um campeonato ganho à Benfica sim e, se ganharmos a Taça vai ser uma Taça ganha à Benfica, com 10 e... enfim, tudo aquilo que aconteceu na quarta feira» ganhar à Benfica em Portugal, também significa vencer o jogo e não só.

«...o André Gomes que até nem jogou assim tanto, na quarta feira fez aquilo! Podemos fazer 1 min de silêncio só a pensar naquilo que o André Gomes fez?» costuma-se fazer um minuto de silêncio quando morre alguém... e morreu! Aquele que depois de falhar o campeonato mesmo com ajudas e nem o segundo lugar ter assegurado, ia vencer as Taças! Esta já foi mas, é uma morte que não se pode ler em nenhum "obituário"!

«...e o Fejsa aparece e de repente a gente já nem se lembra... como é que se chamava o rapaz que foi para o Chelsea? A propósito vai ser campeão também! Mas só cá, lá não vai, é o que dá ir para clubes mais pequenos!»

«...sabe eu tenho dificuldade em eleger o melhor estrangeiro, na medida em que, eu sinto-me compatriota de toda esta gente... eu sofro mais a ver um jogo de treino do Benfica do que, ver um jogo oficial da Selecção! E porquê? Porque eu sinto que sou mais compatriota do Gaitan do que... sei lá... do BRUNO ALVES!» há muito que a "nossa" selecção não é de TODOS os Portugueses.

«...o Rui Santos, a gente dá-lhe corda, ele começa a falar e é o tempo que se quiser, basta dar corda!» principalmente daquela corda para falar mal do Benfica que se dá em cheques, o homem diz o que for preciso e o tempo que se quiser, basta dar "corda".

Apesar das responsabilidades o tornarem, mais, politicamente correcto, estas e outras expressões, deste RAP, são "fino" humor!
RICARDO? ÉS GRANDE.
E não estamos a falar de centímetros!

+ Recentes