terça-feira, 15 de julho de 2014

Markovic Uma das Maiores Promessas do Futebol Mundial Rende 12,5 Milhões

Markovic, Benfica, Liverpool, move

Share on Google+
Tem 20 anos é uma das maiores promessas do futebol mundial, provou-o no Benfica e foi vendido um ano depois por 25 milhões de euros ao Liverpool.
Já todos esperávamos isto depois, das fotos de Markovic em Liverpool que circulavam nas redes sociais e já com a camisola dos Reds nas mãos.

Comprado ao Partizan de Belgrado por 10 milhões, não se sabendo ao certo se, os 10 milhões representaram 50% do passe ou a sua totalidade, Markovic foi sem dúvida um dos principais protagonistas na conquista do Triplete Nacional pelo Benfica na época passada e um dos jogadores com mais potencial que passou pelo futebol em Portugal. Markovic vai render ao Benfica uma quantia irrisória de 12,5 milhões de euros (ver), considerando a qualidade e o nível demonstrando por Markovic com apenas 20 anos de idade e, descontando os valores inicialmente pagos na sua aquisição.

Coincidências ou não, desde que Jorge Mendes "entrou" na Luz, as vendas fazem-se por valores muito mais baixos para o Clube, se a rotatividade na compra e venda já era significativa maior se tornou.
Os fundos de investimento, muitos dos quais se desconhece a quem pertencem e a sua origem é outra das práticas que parece ter vindo para ficar.
Será esta uma boa política e uma boa gestão quer financeira quer desportiva para um grande clube como o Benfica, ter alta rotatividade na transacção de jogadores? Quem mais ganhará com isso, será o Benfica?

Na nossa opinião a resposta às duas questões é não!
Vejamos o exemplo de Markovic, o Benfica tinha capacidade financeira suficiente para adquirir Markovic pela totalidade do passe, financeiramente estaria a valorizar um activo seu, tinha o completo controlo, a decisão e o timing da sua alienação que se iria reflectir numa enorme mais valia numa futura venda.
Desportivamente a diferença é ainda mais significativa, Markovic ficando pelo menos mais uma época seria um jogador ainda mais influente, pelo facto de estar já adaptado à cidade, corpo técnico, campeonato Português e adeptos. Deste modo o Benfica está transformado num clube de passagem, um clube de formação, de estágio para outros clubes, os jogadores vêm para o Benfica já com o objectivo de saírem para outros clubes de "maior dimensão". O Benfica assim não privilegia a entidade e a personalidade do Clube, os jogadores não têm tempo para se enraizarem culturalmente e desportivamente.

Depois acontece ter jogadores a mais para determinadas posições e a menos noutras, com graves consequências na sua afirmação e desenvolvimento desportivo, bem como, nos aspectos já focados de identificação com o clube, não podem jogar todos, planteis desequilibrados, mais instabilidade pela constante rotação a curto prazo de jogadores, ficamos sem espaço para lançar os bons valores da formação porque, se privilegia o negócio e o lucro a terceiros (fundos e empresários). Os jogadores da formação perdem motivação e/ou começam desde cedo com o objectivo de serem vistos para mais tarde saírem.

O Benfica tem que comprar menos e comprar sempre pela certa. Já possui estrutura e organização para minorar ao máximo os riscos nas novas contratações, como é a mais valia de ter Rui Costa como homem forte neste processo. Menos atletas, mais qualidade, mais uniformidade, mais estabilidade, permite ter capacidade para pagar salários mais elevados de forma a manter mais tempo os melhores jogadores no Clube, permite uma maior aposta nos bons valores da formação que por esta altura é uma das melhores do mundo.

O Benfica não é um clube pobre! Não tem sequer comparação a nível nacional, Sporting e o clube regional corrupto fc porto ficam a anos de Luz, em capacidade de gerar receitas.
O Benfica é o Clube que mais sócios tem no mundo, isto não é apenas um mero recorde fútil, isto significa muito dinheiro em caixa todos os anos em cotizações, em adeptos no estádio e em merchandising. O Benfica é dos Clubes que maior facturação tem a nível mundial, está dentro do Top 10, apenas perde nos direitos televisivos e nos valores pagos pelos patrocinadores oficiais. Com a Benfica TV o abismo que existia no passado para os clubes de topo foi atenuado.
É também primordial o Clube encontrar um patrocinador à altura do Benfica, é dos clubes com mais adeptos e simpatizantes no mundo e, o facto de jogar numa liga menor que continua pequena essencialmente pela predominante corrupção, não é impeditivo de fazer um contrato muito mais vantajoso a nível financeiro.

O Benfica tem de fomentar a identidade do clube e acentuar a constância na conquista de títulos desportivos, deve ser essa a prioridade. Com isto o crescimento financeiro estará sempre assegurado e far-se-á de forma sólida.

+ Recentes