quarta-feira, 16 de julho de 2014

Toda a Novela de Oblak Contada pelo CEO do Atlético de Madrid

Oblak, Benfica, Atletico Madrid

Share on Google+
Benfica vai receber 16 milhões de euros por Oblak (ver), o que estava estipulado no contrato como cláusula de rescisão. Miguel Angel Gil CEO do Atlético conta como tudo aconteceu.
Levou muito mais tempo do que era esperado pelos líderes do Atlético, convencer o Benfica a vender Oblak.
O acordo só foi alcançado depois de muita persistência por parte dos Colchoneros, muitas foram as trocas de telefonemas e faxes, conversações entre os líderes do negócio dos dois Clubes, mas nada foi suficiente para convencer Luís Filipe Vieira, afirma o CEO do Atlético.

Decidi encontrar-me pessoalmente com o Presidente do Benfica para o tentar convencer. Viajei para Lisboa na sexta-feira para tentar persuadi-lo e explicar os nossos pontos de vista.
A reunião de Miguel Angel Gil com Luís Filipe Vieira durou até as primeiras horas da manhã, mas serviu para acabar com a longa saga. Vieira entendeu que era melhor chegar a um acordo sobre o preço da cláusula e a forma de pagamento, afim de concretizar em definitivo a transferência.

Afirmei perentoriamente que em nenhum momento interferimos com as obrigações profissionais de Oblak e o cumprimento das mesmas para com o Benfica, mas sim o oposto.
Deixei claro que queria continuar a ter excelentes relações com o Benfica, abri o caminho para que Sílvio voltasse a Lisboa e pudesse prosseguir a sua recuperação junto da sua família e dos médicos do Benfica.

Vieira percebeu que pouco ou nada poderia ser feito para manter Oblak, concordou com os termos do negócio que colocámos, depois de nos ter dito que não aceitava um único euro abaixo dos 16 milhões, procedeu-se à elaboração dos contratos para que Oblak pudesse viajar para Madrid, submeter-se aos exames físicos e concluir o negócio para estar o mais depressa possível às ordens de Diego Simeone.

Depois de Siqueira, será o segundo jogador do Benfica que se junta às fileiras do Atlético para a próxima temporada, pode não ser a última, deixou transparecer Miguel Angel Gil ao Jornal a Marca, ele e o amigo Luis Filipe Vieira, ainda poderiam vir a discutir futuras transferências como a possível incorporação de Rodrigo ou Gaitán, como jogadores do Campeão Espanhol.

Conclusão, todas estas negociações realizaram-se entre o agente FIFA Jorge Mendes, o CEO do Atlético Miguel Angel Gil, em representação do Campeão Espanhol e o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, depois desta descrição percebe-se que Oblak nunca viajou para Madrid sem que estivessem concretizadas todas as negociações entre os dois clubes, facilmente também se conclui que as notícias da imprensa Portuguesa contra Oblak, foram plantadas por alguém com interesses no negócio, com o objectivo de tornar irreversível a continuação de Oblak no Benfica, virando os adeptos contra o jogador. Analisando os intervenientes não é difícil perceber quem foi.

+ Recentes