sexta-feira, 24 de outubro de 2014

ATHLETIC QUEIXA-SE DA PSP E FC PORTO, FORAM TRATADOS COMO GADO

Athletic Club, UEFA Complaints, FC Porto, UEFA champions league game, 2014

Share on Facebook Twitter Share on Google+
M ais uma vergonha dos campónios ignorantes dos dirigentes do FC Porto e da PSP que, mais parece uma milícia ao serviço do azul e branco.

Muitas das zonas na bancada onde o FC Porto colocou os adeptos do Atlético de Bilbao que se deslocaram ao dragão, para assistir ao jogo da Champions League, eram exageradamente "curtos" para o numero de pessoas!
Os adeptos do Clube Basco, os quais conhecidos pela sua simpatia e comportamento impecável, apesar de terem pago o seu bilhete tiveram que ver o jogo em pé, amontoados uns nos outros tal era a falta de espaço!
O Atlético de Bilbao vai apresentar queixar à UEFA, das autoridades de segurança Portuguesas e FC Porto, perante esta situação impensável numa organização de um jogo das competições europeias.
Certamente que a vergonha de verem no seu estádio e num jogo de Liga dos Campeões, mais adeptos adversários do que portistas, deu aso a mais uma atitude de batota, de gente retardada ao ponto de colocar em risco a segurança de pessoas só para parecerem menos! E TUDO ISTO COM A CUMPLICIDADE DA PSP!


Leia o Comunicado do Atlético de Bilbao

«Perante a situação vivida por inúmeros adeptos do Athletic Club no Porto, no decorrer do jogo da terceira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões FC Porto x Athletic, a nossa entidade deseja comunicar publicamente o seguinte:

1 - O Athletic Club tinha no estádio do Dragão o director de segurança e quatro assistentes (Stewards), além da colaboração da Ertzaintza (polícia do País Basco) que deslocou uma equipa de quatro pessoas, estando todos eles e de forma ininterrupta em contacto directo com os nossos adeptos.

2 - O Athletic Club foi prontamente informado do trato que estavam a receber os seus seguidores e denunciou, durante e depois do jogo, ao responsável de segurança do FC Porto e ao delegado da UEFA, a actuação das forças de segurança portuguesas e a situação de excesso de lotação em algumas zonas do estádio. A polícia de Portugal não atendeu às solicitações efectuadas por parte do Athletic Club para tentar solucionar o problema que estava a decorrer.

3 - O Athletic compilou, e continua a fazê-lo no momento em que esta nota é redigida, relatórios e provas que constatam o caos organizativo e o inaceitável comportamento das forças de segurança portuguesas com os adeptos do nosso clube, para que a UEFA possa analisar e ajuizar o ocorrido, em conjunto com o relatório do seu próprio delegado.

4 - O Athletic Club deseja reiterar que, apesar de ter realizado a tempo e horas, ou seja durante o decorrer dos acontecimentos e uma vez finalizado o jogo, reclamações e recomendações a todas as partes envolvidas, não tem qualquer poder para impor os seus critérios num evento cuja organização é alheio.

5 - O Athletic Club, obviamente, não pode garantir a origem e a qualidade dos ingressos que não foram enviados pelo FC Porto ao nosso clube e expedidos nas bilheteiras do San Mamés

6 - Finalmente, o Athletic Club, para defender os interesses dos seus sócios e adeptos, deseja manifestar que não vai ceder no esforço de clarificar e exigir responsabilidades pelo que aconteceu e, paralelamente, agradece o comportamento dos adeptos do FC Porto, alheios a todo o despropósito organizativo que sofreu.»

+ Recentes