terça-feira, 16 de dezembro de 2014

O RESUMO PERFEITO DO CLÁSSICO EM 7 PONTOS

FC Porto 0-2 SL Benfica, Adeptos, Classico, 2014-2015

Share on Facebook Twitter Share on Google+
U ma sátira com muito humor* que envergonha o jornalismo desportivo avençado azul e branco!


Como (parece) que foi o clássico, relatado por quem não terá visto, para quem não o viu:

1. O porto foi superior... muito superior... superiorissimo... superiorérimo... levou com 2 bolachas bem assentes, mas sempre em superioridade... no 1-0 estavam 10 superiores defesas para 6 benfiquistas e no 2-0 o rácio era de 7 superiores para 4 do SLB*.

2. O SLB pode ter um bom colectivo, mas as individualidades do porto são bem mais superiores... tirando o fabiano que é guarda redes e não agarra uma... e o danilo que é defesa e não sabe defender... e o indi que é jogador e não sabe o que é uma bola.

3. O lançamento do Maxi é mal executado, porque... não levanta o pé, não pisa a linha e o Brahimi está nos 2,00m de distância regulamentares... repito, o árbitro devia ter anulado... porque foi golo contra o porto (para o donato ramos era condição suficiente para tal desiderato).

4. As 2 bolas na barra enviadas pelo jackson foram o cúmulo do azar, certamente trabalho de bruxo ou pai de santo... a lesão do Luisão exactamente antes de um canto contra foi... situação normal de jogo.

5. O SLB, com 4 titulares acima dos 30 anos é uma equipa velha em fim de ciclo... o porto com 3 titulares emprestados ao clube por 1 época, é uma equipa preparada para dominar os próximos 45 anos.

6. O porto continua a ser o principal candidato ao título, porque conquanto tenha 6 pontos de atraso, joga um futebol espectacular, pressionante e de posse de bola, enquanto o SLB não consegue dar mais de 2 pontapés na bola de seguida... valha a verdade, que ontem bastou 1 pontapé e 1 desvio com a anca.

7. Notou-se ontem que o adepto portista é bem mais fiel do que o do SLB... mesmo a perder 2-0, mantiveram-se ali firmes até ao fim, sempre a cantar... bem, pelo menos aqueles 3 ou 4 que ainda estavam dentro do estádio quando o Jorge Sousa apitou para o final.

In MÃO DE VATA*

+ Recentes