Corrupção na Federação sumaríssimo a Rúben Dias e agressão de Mathieu sem castigo

Benfica, Benficabook, FPF,
C onselho de Disciplina da FPF, Federação Portuguesa de Futebol instaurou abertura de processo sumaríssimo a Rúben Dias ao lance com Gelson Martins no derby, ignorando a agressão de Mathieu ao jogador do Benfica Fejsa.


Neste vídeo, estas imagens constituem mais uma prova inequívoca como a Federação Port(o)guesa de Futebol anda a mando do azul e branco, sobrando as migalhas para o sócio verde. Corrupção à descarada em mais uma instituição pública que é sustentada pelo hierárquico público, isto é, com o nosso dinheiro com o dinheiro dos impostos.
Esta fede-ração abre um processo ao jogador do Benfica Rúben Dias por uma entrada dura, sem ter existido qualquer agressão, uma entrada para cartão amarelo e nunca para expulsão, baseada em imagens televisivas, ignorando uma agressão grave do jogador do Sporting Mathieu. Mathieu pisou intencionalmente a perna de Fejsa quando este se encontrava no chão, com clara intenção de magoar e lesionar o jogador do Benfica, sem qualquer sanção de Carlos Xistra.
Tendo a FPF o mesmo procedimento perante a violentíssima agressão de Bruno Fernandes a Cervi, pontapeando agressivamente por trás a pernas do jogador do Benfica só com o objectivo de agredir e deitar abaixo o jogador argentino. Lance ignorado pelo VAR, Hugo Miguel que e era obrigação do mesmo corrigir o cartão amarelo ridiculamente mostrado por Carlos Xistra arbitro do derby, para vermelho.

Objectivo? Estimular a propaganda pelos meios comunicação pro porto e anti Benfica a falsa ideia que o Benfica foi beneficiado pela arbitragem! A tentativa de branquear mais um roubo de Xistra ao Sport Lisboa e Benfica.
Mais um caso de gritante diferença de critérios sempre em prejuízo do SL Benfica, numa instituição que deveria ser o exemplo de isenção, de desportivismo, promove sentimentos negativos no desporto! Perante isto, actos de clara corrupção na instituição pública que rege o futebol em Portugal, mais uma vez, não vemos qualquer acção do ministério público e justiça portuguesa.
PARTILHA e DIVULGA.