Benfica perde o Bola de Prata para o Tottenham! Gestão desportiva ou gestão económica?

Facebook jpg
Carlos Vinicius, move, transfer, Benfica, Tottenham, 2020,
B enfica vai ceder Carlos Vinícius a José Mourinho por empréstimo aos Spurs e fica sem o melhor marcador da época passada


O melhor marcador do Benfica 2019/2020, vai por empréstimo para o Tottenham com taxa de empréstimo de 3M de euros e com cláusula opcional de compra de 45 milhões.
Vinícius vai sair para poupar em ordenados e não desvalorizar?
Ou por ser a 3ª opção para a posição de Avançado Centro para Jorge Jesus?
Ou será ainda por Vinícius ser jogador do Jorge Mendes e o plano era vir para o Benfica jogar, valorizar e ser vendido assim que possível para a Premier League? E facturar milhões? Com JJ a dar uma mãozinha ao negócio?
Tudo questões que nos passam pelo pensamento e que nos deixam na dúvida…

Quanto às questões economicas, certo é q o Benfica vai poupar o ordenado do Vínicius e vão entrar já 3 milhões na conta, se o jogador valorizar o ganho será sempre do empresário e do Tottenham, o que o Benfica virá a receber já está definido e serão sempre os 45M, já com o empréstimo incluido. Se Vínicius não valorizar ou até desiludir na Premier League volta para o Benfica!

E desportivamente como ficamos?
Já tínhamos percebido que Vínicius não era para Jorge Jesus uma das primeiras escolhas, parecia ficar sempre atrás de Darwin e Seferovic…
Se era por Vínicius ser um jogador menos pressionante na frente ou por lhe faltar a capacidade de segurar a bola, virar se e atacar o adversário puxando a equipa para a frente, para usar a terminologia de JJ... Ficamos sempre com a dúvida de quais as verdadeiras razões.
É verdade que Vinícius não é um atacante muito pressionante na frente, é um jogador mais explosivo que gosta de ter espaço nas costas da defesa para correr para a baliza, tem mais dificuldades a jogar contra equipas em contenção fechadas atrás.


Importante será dizer que Carlos Vínicius tem golo, tem faro de golo! Tem ainda algo que faz muita falta a qualquer grande equipa e principalmente ao Benfica, uma alta taxa de eficiência, decide bem e não precisa de muitas oportunidades para marcar.
Positivo é o Gonçalo Ramos ter mais espaço para jogar, para crescer na equipa principal e ir entrando nos jogos menos importantes, ou como suplente em jogos com o resultado encaminhado esta será a regra com uma ou outra excepção.
Lembrar também que Darwin promete muito mas ainda é rookie!
O Luca é um segundo avançado um 10, não é avançado centro e com físico para jogar entre os Centrais! Parece inclusive ter um jogo fraco de cabeça, um jogador para vir de trás em velocidade, tabelinhas, drible, criar e assim chegar à grande área para finalizar, tendo ainda a alternativa da finalização de longe pelo bom remate que possui.

Nos grandes jogos contra grandes equipas, quando se joga de igual para igual Vinícius tem características que fazem falta.
JJ podia sempre trabalhar Vínicius para ser mais pressionante na frente, como tanto gosta de o fazer com todos os que treina, fazer deles mais jogadores, mais completos... Porque então não o quis fazer com Vínicius?

Fica o sentimento que Vieira dá um "tiro no pé" com esta decisão que, parece mais económica do que desportiva e quando ainda agora veio prometer na sua candidatura à presidência do Benfica que, o próximo mandato é para dar prioridade aos títulos desportivos.
Se o Benfica não tiver resultados desportivos esta época os sócios e adeptos lembrar-se-ão sempre, desta decisão e com a ideia que Vinícius fez falta.