VAR Luís Ferreira e Arbitro Rui Costa, as provas de um crime

VAR Luís Ferreira, Arbitro Rui Costa, provas, crime, outubro 2020, Liga NOS, video,

Arbitros, Luís Ferreira e Rui Costa e os benefícios deliberados ao fc porto.

A primeira vitória do Marítimo no dragão vai ficar para a história do futebol em Portugal, o Marítimo venceu o crime organizado à descarada. Nos últimos 2-3 anos já percebemos que voltamos aos tempos do apito dourado. Desde que o fc porto está desesperado para se manter financeiramente sustentável e, precisa à força de resultados desportivos para poder entrar directamente na Champions League que, assistimos a um agravamento escandaloso das ajudas do apito.

Este FC Porto 2-3 Marítimo teve pelo menos 3 factos que claramente provam, a existência de forte corrupção no conselho de arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol e na direcção da mesma. São 3 factos que não permitem interpretação do VAR e árbitro de campo, só têm uma leitura possível para respeitar a verdade desportiva! Apesar disto o VAR Luís Ferreira e o árbitro de campo Rui Costa optaram, sem qualquer pudor e sem receio das consequências beneficiar mais uma vez o porto.

Isto constitui prova de corrupção! Apesar destes erros graves, em claro benefício do fc porto e de adulteração da verdade desportiva, estes funcionários da Federação são mantidos na arbitragem época após época! O mesmo será dizer que a sua manutenção na arbitragem é o benefício, em troca de arbitragens como a que assistimos no Porto vs Marítimo da Liga NOS. Lembrar ainda que o VAR deste jogo, Luís Ferreira foi advogado de defesa do árbitro José Manuel Ferreira, envolvido e condenado no processo de corrupção desportiva Apito Dourado.